segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Amor


Um dia me perguntaram se eu sabia o que era o amor, pois bem, eu não fazia idéia do que seria, eu não poderia responder sem ao menos tentar entender, o que é.  Eu não tinha a mínima idéia, ilusões são constantes, amor mesmo é raro, é único, parei para pensar, e percebi que amor não entende, não se vê, apenas se sente.
Amar é querer proteger a qualquer custo de qualquer coisa a qualquer momento, amar é sentir ciúmes, ter coragem para topar de cara com qualquer obstáculo para defender a pessoa amada, é dar um abraço silencioso e seu corpo dizer com o mais sincero sentimento, eu te amo!
É olhar no fundo dos olhos e sentir que aquela pessoa é com quem você quer repartir os seus melhores momentos, amar é fazer palhaçadas para tirar um sorriso num momento de conflito e tristesa, amar é ficar a espera de um telefonema, ficar angustiado, agitado, quando a pessoa não liga, é ficar extremamente preocupado quando percebe algo diferente com a pessoa, é ter um medo, um único medo, que é o da perda.
Amar é expressar em um simples sorriso, um sentimento necessário para substituir a palavra te amo, é ficar quase louco quando ver a pessoa que você ama chorar, é querer dividir o seu sorriso quando ela está triste, é querer estar ali para enchugar as lágrimas quando necessário, é ter vontade de gritar ao mundo, eu amo você, minha vida é melhor mais feliz e completa com você aqui, amar é querer aquela sua escolhida o tempo todo do seu lado.
Agradeço ao senhor, por estar me proporcionando uma imensa felicidade, e por realmente eu começar a entender o sentimento mais confuso, que é o amor !

Nenhum comentário:

Postar um comentário